Roller Coaster

14 de junho de 2014

Canidelo























Fomos à praia pela primeira vez em dois anos e acertámos em cheio no dia. Estava um belo nevoeiro. Tão belo que quase não se via a água. Ainda assim o passeio deu para recuperar energias. Mais do que isso. Foi bom. 

Enquanto isso, o meu pai, que tinha ido a Coimbra por causa de uma dificuldade respiratória deu-se conta – suponho eu – de que as horas do jantar se aproximavam e não esteve com meias medidas: abandonou o Hospital antes do resultado dos exames, meteu-se no comboio de regresso ao burgo e foi jantar, como sempre, ao Centro de Dia. De notar que, para lá, tinha ido de ambulância por cuidado do Centro de Saúde.

Isto deve ser idêntico a ter filhos adolescentes rebeldes... que fazem a última coisa que se espera em situações com que não se contava... 

This entry was posted on 14 de junho de 2014 and is filed under ,. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response.

2 Responses to “Roller Coaster”

  1. É um homem desenrascado, o teu pai! A coisa estava a demorar, a fome já apertava e ele resolveu o assunto ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É o que lhe vale. Ainda saber os caminhos... :)

      Eliminar